FacebookPinterestTwitter
19. Maio 2021

A SEMANA EM CULTURA

-  Exposições,  Arte,  Música,  Dança,  Cultura

A SEMANA EM CULTURA

Uma curadoria ModaLisboa sobre o que ver e onde ir esta semana.

A SEMANA EM CULTURA - imagem 1

#lugar CASA DO CAPITÃO

O lugar seguro que nos salvou com cultura no último desconfinamento está de volta ao Hub Criativo do Beato. A Casa do Capitão, um projeto pop-up que junta concertos, performances, oficinas e ainda a incrível cozinha da Praça, de Bernardo Agrela, tem nova programação para descobrir. É o lugar que nos faz felizes.

Mais informação, aqui.

A SEMANA EM CULTURA - imagem 2

#espetáculo HATE ME, TENDER, de Teresa Vittuci
20 e 21 de maio. Centro Cultural de Belém.

Inserido no Hot Spot — Solos Internacionais de Dança, HATE ME, TENDER — a solo for future feminism é a investigação de Teresa Vittuci sobre ódio e feminismo. Na fronteira entre a performance e a dança, a coreógrafa e bailarina feminina conta-nos uma história de violenta libertação, suavidade feminina e emancipação, nesta que é uma obra essencial.

Mais informação, aqui.

A SEMANA EM CULTURA - imagem 3

#festival JARDINS ABERTOS
22, 23, 29 e 30 de maio.

Os Jardins Abertos estão de volta, com visitas acompanhadas, visitas livres, exposições e ainda giveaways (a decorrer no Instagram do festival). A flora de Lisboa explode na primavera e, felizmente, este evento continua a certificar-se de que nada nos fica longe dos olhos.

Mais informação, aqui.

A SEMANA EM CULTURA - imagem 4

#concerto CORO GULBENKIAN A CAPPELLA
22 e 23 de maio. Fundação Calouste Gulbenkian.

Lorenzo Viotti dirige o coro Gulbenkian nesta atuação de entrada livre com um repertório que embala o regresso. A formação é reduzida, mas tudo o resto volta em plena força. Não é permitido perder.

Mais informação, aqui.

A SEMANA EM CULTURA - imagem 5

#performance WHEN ALL WITNESSES ARE GONE, de Sofia Dinger
22, 23 , 29 e 30 de maio | 5, 6, 12 e 13 de junho. Musicbox.

O Desembargo do Musicbox começa em toda a forma com Aurora Pinho e uma programação semanal de fazer encher o peito, mas os fins de semana são todos de Sofia Dinger. Nasce do vácuo, da ausência e da solidão para se preencher agora no lugar onde as luzes faltaram durante demasiado tempo.

Mais informação, aqui.

A SEMANA EM CULTURA - imagem 6

#exposição AMADORA - 3, de Diogo Brito
18 de maio a 10 de junho. Rua das Gaivotas 6.

Com curadoria de Filipa Nunes, amadora-3 é uma exposição que fala da emergência. Emergência enquanto urgência e emergência enquanto elevação, da produção artística e da sua pertinência no contexto e na ausência dele. Fala das condicionantes e da necessidade e fala, acima de tudo, de fôlego.

Mais informação, aqui.