FacebookPinterestTwitter
1. Julho 2019

FELIPE OLIVEIRA BAPTISTA ASSUME A DIREÇÃO CRIATIVA DA KENZO

-  Moda

FELIPE OLIVEIRA BAPTISTA ASSUME A DIREÇÃO CRIATIVA DA KENZO

Felipe Oliveira Baptista é o novo diretor criativo da luxuosa marca francesa Kenzo, pertencente ao grupo LVMH. O designer português será responsável pela supervisão criativa de todas as coleções da marca e deverá revelar as suas primeiras propostas para homem e senhora na Semana de Moda de Paris, no início de 2020.

Felipe Oliveira Baptista esteve durante oito anos à frente da Lacoste, de onde saiu em 2018, e assume agora a direção criativa da Kenzo, cargo anteriormente ocupado por Carol Lim e Humberto Leon. "A sua visão criativa moderna e inovadora e a sua abordagem artística abrangente permitirão que a casa continue a desenvolver o seu potencial, respeitando o seu património único", declarou Sylvie Colin, CEO da Kenzo, ao WWD.

“Kenzo é liberdade e movimento contagiosos”, afirma o designer no comunicado divulgado pelo grupo francês. “Tudo o que [Kenzo] Takada fez foi cheio de alegria, elegância e de um senso de humor frio e atrevido”, acrescenta, referindo-se ao fundador da casa de costura e sublinhando também o modo como este “celebra a natureza e a diversidade cultural”.

Nascido nos Açores e radicado em Paris, Felipe Oliveira Baptista formou-se em Design de Moda pela Universidade de Kingston, em Londres. Iniciou a sua carreira na Max Mara, passando depois pela Christophe Lemaire e Cerruti, entre 1997 e 2001. Em 2002, venceu o prestigiado prémio do Festival de Hyères e no ano seguinte lançou a sua marca própria, que suspendeu em 2014. Em 2003 e 2005, conquistou também o prémio ANDAM. Em 2004 apresentou a sua coleção de outono/inverno 04/05 na ModaLisboa - Lisboa Fashion Week. Entre 2010 e 2018, foi diretor criativo da Lacoste, tendo rejuvenescido e duplicado as vendas da marca fundada por René Lacoste, e atraindo consumidores de gerações mais novas, através de um sportswear urbano e cool.

A marca Kenzo foi fundada em 1970, em Paris, pelo criador de moda japonês Kenzo Takada. Em 1993, foi comprada pelo grupo internacional de marcas de luxo, LVMH, que integra outras marcas como Givenchy, Fendi, Marc Jacobs, Louis Vuitton, Christian Dior e Loewe.