FacebookPinterestTwitter
3. May 2021

CONSTANÇA ENTRUDO EXPÕE “ALL IS SOLID MELTS INTO AIR” NA EXPOSIÇÃO ENTRETECIDO | INTERLACE

-  Moda Portuguesa,  Exposições,  Moda,  Arte

CONSTANÇA ENTRUDO EXPÕE “ALL IS SOLID MELTS INTO AIR” NA EXPOSIÇÃO ENTRETECIDO | INTERLACE

Constança Entrudo é uma das artistas têxteis representadas na exposição "Entretecido | Interlace", patente na Galeria Municipal do Pavilhão Branco, em Lisboa, até 6 de junho de 2021.

Com curadoria de Tobi Maier, "Entretecido | Interlace" foca técnicas de produção têxtil, abordando também algumas das ramificações do têxtil na moda, arte e arquitetura, como codificação ou expressão de políticas de identidade ou folclore regional. Embora o foco principal seja nos artistas que trabalham com diferentes formas de têxteis, a exposição apresenta vários formatos, incluindo suportes baseados em performance, fotografia e filme.

"Este convite surgiu após uma visita do curador Tobi Maier ao meu studio, onde conheceu melhor o meu processo de trabalho e produção têxtil e desafiou-me a produzir uma peça de desfile de grande escala para expor no Pavilhão Branco no contexto da exposição Entretecido | Interlace. Em conjunto, escolhemos a peça intitulada "All is Solid Melts into Air” pois envolve uma técnica que desenvolvo desde que estou na faculdade, e que melhor representa a minha prática no sentido em que une craft e tecnologia numa só peça. É 100% hand woven (tecida à mão) e o processo de compactação dos fios acontece numa máquina de 200º e não no tear. All is Solid Melts into Air (Marshall Berman, 1982) é uma crítica ao modernismo. Ser moderno é fazer parte de um universo no qual, como disse Marx, “tudo o que é sólido desmancha no ar”; é encontrar-se em um ambiente que promete autotransformação e transformação das coisas em redor mas que ao mesmo tempo ameaça destruir tudo o que temos, tudo o que sabemos, tudo o que somos", explica Constança Entrudo.

Ana Silva, André Sousa, Ani Schulze, Axel Stockburger, Ben van Meter / Alexandra Hart, Cecilia Vicuña, Clemente Padín, Coletivo Siroco, E.M. de Melo e Castro, Fernando Aguiar, Fernando Marques Penteado, José de Almada Negreiros, Karl Kempton, Leda Catunda, Maria Altina Martins, Melissa Stabile, Mónica de Miranda, Namsa Leuba, Nenad Bogdanović, Paula Baeza Pailamilla, Paula Claire, Paula Rego, Sofia Montanha e Sonia Delaunay são os outros artistas representados nesta exposição.

“Entretecido | Interlace” surge na sequência dos múltiplos confinamentos causados pela situação pandémica, e visa analisar as propriedades materiais têxteis numa tentativa de criar um salto para além da vida imaterial online, ao mesmo tempo que demonstra algumas das ligações que existem entre o reino digital e a vida real.