FacebookPinterestTwitter
1. September 2022

BÉHEN DESENHA FIGURINOS PARA O TEATRO NACIONAL D. MARIA II

-  Moda Portuguesa,  Theater

BÉHEN DESENHA FIGURINOS PARA O TEATRO NACIONAL D. MARIA II

A Designer da ModaLisboa veste esta Casa Portuguesa, que estreia já a 22 de setembro.

É abertura de temporada, a primeira peça de Pedro Penim enquanto diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, e a estreia da Béhen na criação de um universo para Teatro.

Casa Portuguesa, um diálogo no tempo e no espaço que conta, confronta e questiona a arquitetura de uma família, de um homem, de uma casa, viaja do Estado Novo para a contemporaneidade enquanto esquadrinha o futuro. Uma história — várias histórias, as nossas histórias — que parece escrita para ser vestida em Béhen.

Joana Duarte sempre pensou as suas coleções enquanto testemunhos de uma realidade que nos está no ADN, ao mesmo tempo que constrói as suas peças com as estórias do país. Com uma missão declarada de preservação e promoção de técnicas têxteis tradicionais e dos artesãos que ainda lhes dão vida, a Béhen encara este convite do Teatro Nacional D. Maria II como “a oportunidade perfeita de introduzir estas técnicas em projetos que vão para além das coleções. É uma honra poder dar palco às artesãs e artesãos com quem trabalho nesta criação que nos confronta com a nossa identidade na Casa maior do teatro português”.

Não entre quatro paredes caiadas, mas no monumental palco do Rossio e a vestir o elenco que conta com Carla Maciel, João Lagarto, Sandro Feliciano e as Fado Bicha — Lila Tiago e João Caçador —, encontraremos Bordado a Vidrilho e a técnica utilizada para elaborar Palmitos, ambas de Viana do Castelo e esta última tecida pela Associação Católica Internacional ao Serviço da Juventude Feminina de Viana do Castelo, Bordado da Madeira, Bordado a Palha de Trigo do Faial, Passamanarias feitas à mão pela Fundação Ricardo Espírito Santo, trabalhos feitos em Bunho, à mão, em Santarém. No que toca a calçado, e com o objetivo de levar uma indústria fértil à constelação das artes, a Béhen conta com o apoio da APICCAPS através das suas empresas Mariano, Sanjo, Josefinas e Sons of a Cobbler.

A Béhen consolida, assim, o seu trabalho continuado de proteção, integração e comunicação destes bens intangíveis, bordando o guarda-roupa da mais bonita Casa Portuguesa.

IMAGEM: © Cristiana Morais/Teatro Nacional D. Maria II